Sobre Beastie Boys, evoluir e ter coragem para continuar rindo

Em uma dessas noites em que debatíamos o que ver na TV, Thiago e eu entramos em uma maratona espontânea de clipes pelo YouTube. Passamos por todos os hits do Red Hot Chili Peppers (a minha banda da adolescência) até que o algoritmo nos levou para o clipe de “Make Some Noise” dos Beastie Boys.… Continue lendo Sobre Beastie Boys, evoluir e ter coragem para continuar rindo

Teste do Tempo: Como a postura diplomática de X-Men – O Filme levou a uma nova era dos heróis no cinema

Conheci os X-Men pela série animada, que amava em todas as suas cores e visuais mirabolantes (cantava a musiquinha de abertura, queria ser a Vampira, adorava a Tempestade e, confesso, desenvolvi uma certa paixonite pelo Gambit). Porém, apesar do sucesso dessa versão inspirada na arte de Jim Lee ter motivado a produtora Lauren Shuler Donner… Continue lendo Teste do Tempo: Como a postura diplomática de X-Men – O Filme levou a uma nova era dos heróis no cinema

Filmografia comentada: Spike Lee

Faça a Coisa Certa [📸 Anthony Barboza/Getty Images] Estudar a obra de um artista em ordem cronológica é uma das melhores formas de entender a construção do seu imaginário. Vida pessoal, momento histórico e influências se acumulam, misturam e transformam na criação de uma assinatura. Do primeiro trabalho ao mais recente é possível acompanhar essa… Continue lendo Filmografia comentada: Spike Lee

Teste do tempo: De Volta para o Futuro

A temática da viagem no tempo costuma causar dor de cabeça. Uma angústia compartilhada pelos criadores da história, que precisam criar regras e antever inconsistências, e pelo público, que se vê obrigado a buscar sentido no que está lendo/vendo. Essa é a atual experiência com Dark. Assim que a terceira temporada da série alemã chegou… Continue lendo Teste do tempo: De Volta para o Futuro

O que aprendi vendo (e revendo) Priscilla, a Rainha do Deserto

Um dos meus filmes preferidos é Priscilla, a Rainha do Deserto, a história da viagem  pelo interior da Austrália de duas drag queens (Tick/Mitzi interpretado por Hugo Weaving, e Adam/Felicia, interpretado por Guy Pearce) e uma transexual (Bernadette, interpretada por Terence Stamp). Devo tê-lo visto pela primeira vez pela TV quando tinha por volta de… Continue lendo O que aprendi vendo (e revendo) Priscilla, a Rainha do Deserto